Dólar
Euro
Dólar
Euro
Dólar
Euro

SP - Vale do Paraíba e região

Em 5 anos, quase 3 mil presos não retornaram aos presídios do Vale após saídas temporárias

.

Imagem de destaque da notícia
Atualmente, o detento que não retorna ao presídio na data estabelecida pela saidinha temporária é considerado foragido e perde o benefício. Penitenciária Dr. José Augusto César Salgado, a P2 de Tremembé, no interior de São Paulo

Laurene Santos/TV Vanguarda

Quase três mil detentos beneficiados com a saída temporária não retornaram aos presídios do Vale do Paraíba nos últimos cinco anos, de acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).

Nesta quinta-feira (11), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou, com veto, lei que restringe a 'saidinha' de presos - leia os detalhes nesta reportagem.

? Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp

De acordo com o balanço, de 2019 até 2023, 2.981 presos saíram dos presídios para usufruir do benefício, mas não retornaram. Os dados se referem a seis presídios localizados na região.

Ainda segundo o levantamento, no ano de 2019, em quatro saídas temporárias, 504 presos não retornaram para os presídios da região.

Em 2020, por conta da pandemia da Covid-19, o Poder Judiciário autorizou a realização de apenas uma saída, em dezembro. Na ocasião, 166 presos não retornaram.

Secretaria de Administração Penitenciária divulgou que quase 3 mil presos não retornaram aos presídios da região em cinco anos

Agência Pará

No ano seguinte, em 2021, foram concedidas mais quatro saidinhas - naquele ano, mais 734 presos não retornaram.

Em 2022, os dados apontaram que 848 detentos não retornaram da saída temporária. Somente na saidinha de setembro daquele ano foram 250 foragidos.

Presos que não retornaram ao presídio no Vale

No ano passado, o número de presos foragidos após a concessão do benefício caiu para 729, sendo o menor número desde o fim da pandemia.

Neste ano, a primeira saída temporária aconteceu no mês passado. Na ocasião, no Vale do Paraíba, mais de 3,2 mil presos foram beneficiados, sendo que 222 não retornaram à cadeia.

Segundo a SAP, o preso que não volta no prazo estabelecido é considerado foragido e perde o benefício. No Vale do Paraíba, existem dois presídios em Potim (SP) e quatro em Tremembé (SP).

Presidente Lula sanciona com vetos projeto sobre saidinha de presos

Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região bragantina

Fonte: G1.Globo

Comentários
Acesse sua conta
ou cadastre-se grátis