Dólar
Euro
Dólar
Euro
Dólar
Euro

SP - Vale do Paraíba e região

Prefeitura de Taubaté faz acordo para reforçar serviços de limpeza na cidade; coleta seletiva não será reforçada

.

Imagem de destaque da notícia
Acordo com a EcoTaubaté, responsável pela limpeza pública na cidade, prevê que novas equipes sejam integradas no serviço a partir da segunda-feira (20). IMAGEM DE ARQUIVO - com coleta suspensa, parte dos PEVs não estão preparados para receber lixo reciclável em Taubaté

Reprodução/TV Vanguarda

A Prefeitura de Taubaté vai reforçar temporariamente os serviços de limpeza pública a partir da próxima segunda-feira (20). A medida acontecerá após um acordo da gestão com a Eco Taubaté, empresa responsável pelo serviço na cidade.

Parte do serviço foi interrompido no meio do ano passado por conta de dívidas da prefeitura com a empresa, que precisou demitir 120 funcionários - leia mais detalhes abaixo.

? Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp

Com as demissões no ano passado, os serviços de limpeza pública passaram a ser feitos por seis equipes da própria prefeitura e apenas uma equipe da Eco Taubaté. São cerca de 60 pessoas no total.

Isso fez as reclamações de falta de limpeza aumentarem na cidade. Moradores do bairro Sônia Maria e Parque Três Marias, por exemplo, reclamam desse tipo de problema.

Lixo acumulado em Taubaté

Reinaldo Barbosa/Vanguarda Repórter

Com o reforço, mais nove equipes da terceirizada vão ser integradas para os trabalhos. A medida é temporária - válida por três meses.

"Vão ser contratadas aproximadamente 90 pessoas. Segunda-feira já começam nove equipes para que nós possamos fazer a limpeza da cidade. Com as novas equipes, volta o serviço de capina de mato alto. Vamos atuar com duas equipes em cada região", explica o secretário de serviços públicos de Taubaté, Élcio Ferreira.

O reforço não prevê a retomada da coleta seletiva nos bairros. No ano passado, uma das medidas provocadas pela crise foi a manutenção do serviço apenas no Centro.

"Nesse momento, a prioridade, por conta da epidemia de dengue, é fazer a limpeza dos matos. Podemos analisar daqui um mês ou dois meses um novo acordo com a Eco Taubaté para integrar equipes na coleta seletiva", afirma Élcio.

Em nota, a prefeitura explicou também que o pedido de reforço emergencial visa 'atender uma demanda reprimida', e que o contrato será aditado de forma temporária.

Ainda segundo a prefeitura, e Eco Taubaté já iniciou o processo de contratação de mais funcionários para integrar esse reforço. A seleção é feita no Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) da cidade e na sede da terceirizada.

A empresa, por sua vez, confirmou a retomada temporária de alguns serviços que foram interrompidos no ano passado por questões financeiras.

Leia mais notícias do Vale do Paraíba e região

Sede da Prefeitura de Taubaté

Divulgação/ Prefeitura de Taubaté

Serviços interrompidos

Em julho do ano passado, a Prefeitura de Taubaté suspendeu e reduziu diversos serviços da limpeza pública, como por exemplo podas de árvores e limpeza das ruas.

As medidas foram provocadas por conta de dívidas da prefeitura. O contrato com a Eco Taubaté teve uma redução de R$ 9 milhões para R$ 5,5 milhões. Com isso, a empresa demitiu cerca de 120 funcionários.

A dívida com a empresa chegou a R$ 27 milhões, mas, segundo a prefeitura, todo o valor foi quitado e não há mais débito.

Trabalhadores da EcoTaubaté em assembleia

Laurene Santos/TV Vanguarda

Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região bragantina

Fonte: G1.Globo

Comentários
Acesse sua conta
ou cadastre-se grátis