Dólar
Euro
Dólar
Euro
Dólar
Euro

SP - Vale do Paraíba e região

Homem é preso suspeito de matar a ex-companheira com golpe na cabeça em Cruzeiro, SP

.

Imagem de destaque da notícia
A vítima tinha 40 anos. O caso aconteceu na noite desta terça-feira (14). Delegacia Seccional de Cruzeiro (SP)

Laurene Santos/TV Vanguarda

Um homem de 40 anos foi preso em flagrante suspeito de assassinar a ex-companheira, também de 40 anos, com golpe na cabeça na noite desta terça-feira (14), em Cruzeiro, no interior de São Paulo.

Segundo informações do boletim de ocorrência (BO) registrado como feminicídio pela Polícia Civil, o caso aconteceu por volta das 23h, na rodovia Avelino Júnior (SP-52), em frente a um salão de festas, no bairro Vila Brasil.

? Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp

A vítima foi identificada como Suely Luzia Lopes. O indiciado, que foi preso em flagrante e aguarda audiência de custódia, foi identificado como Emanuel Ferreira Bulhões Fernandes. O g1 tenta contato com a defesa dele, mas não conseguiu localizar nenhum representante até a publicação.

O caso

A Polícia Militar foi acionada por volta das 23h para atender uma ocorrência de lesão corporal e agressão na rodovia. No local, os policiais encontraram a vítima caída no chão, com muito sangramento na região da cabeça.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e encaminhou a vítima ao pronto-socorro de Cruzeiro, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu.

Leia mais notícias do Vale do Paraíba e região

Também no local, os policiais encontraram o suspeito correndo. Segundo informações do BO, os PMs informaram que Emanuel estava bastante alterado, recusou abordagem, e foi necessário uso de força moderada e de algemas para contê-lo.

Ainda de acordo com o registro policial, uma testemunha disse que viu o casal brigando e o homem agredindo a mulher.

"Tal homem trazia a mulher com um golpe conhecido como 'mata-leão', a segurando pelo pescoço com seu braço esquerdo e com o direito segurava os braços dela", diz trecho do documento.

Emanuel foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia da Polícia Civil, que informou que ele aguarda a decisão da audiência de custódia, que vai ser realizada nesta quarta-feira (15), em Guaratinguetá.

Nos últimos meses, a vítima procurou a Polícia Civil ao menos duas vezes para denunciar Emanuel. Em fevereiro, a vítima registrou BO por violência doméstica e ameaça contra Emanuel. Cerca de 20 dias depois, ela foi novamente à delegacia para registrar novo boletim por descumprimento de medida protetiva.

Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região bragantina

Fonte: G1.Globo

Comentários

Leia estas Notícias

Acesse sua conta
ou cadastre-se grátis