Dólar
Euro
Dólar
Euro
Dólar
Euro

SP - Vale do Paraíba e região

Temporada de baleias: saiba como são os passeios para ver as jubartes no Litoral Norte de SP

.

Imagem de destaque da notícia
Baleias migram para águas mais quentes para se reproduzirem -- e isso inclui a passagem pelo Litoral Norte em direção ao Nordeste, principalmente a Bahia. Passeios para vê-las custam até R$ 450 e são oferecidos em cidades do litoral norte paulista. Temporada aberta: mais de mil baleias-jubarte devem passar pelo litoral de SP até o fim do ano

Rafael Mesquita

A aparição cada vez mais frequente de baleias jubartes é mais um dos atrativos para turistas nas cidades do Litoral Norte de São Paulo.

Ao todo, mais de mil baleias da espécie devem passar pelas praias paulistas até o fim deste ano, sendo que o pico de passagens delas acontece entre os meses de junho e julho.

? Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp

Temporada das baleias no Litoral Norte

De acordo com Júlio Cardoso, fotógrafo e pesquisador, fundador do Projeto Baleia à Vista, as jubartes são uma espécie migratória que, durante o verão, se alimentam de 'krill' (pequenos camarões que contêm alta proteína e gordura) na Antártica.

Depois de se alimentarem e formarem uma capa de gordura, as baleias migram para águas mais quentes para se reproduzirem -- e isso inclui a passagem pelo Litoral Norte em direção ao Nordeste, principalmente a Bahia.

"As baleias-jubarte foram massivamente caçadas até 1986 quando a caça foi proibida no Brasil. Nessa época a população de jubartes foi reduzida a pouco mais de duas mil. Desde então, elas se recuperaram e no Atlântico sul se estima uma população entre 25/30 mil baleias", explicou.

Fotógrafo flagra baleia-jubarte nadando no meio de cardume de raias no litoral de SP

Rafael Mesquita Ferreira

Como é o passeio e quanto custa

As jubartes são animais de grande porte, com média de 16 metros e mais de 40 toneladas, e ainda assim são 'acrobáticas'. Elas saltam, soltam bolhas, batem a nadadeira. Com isso, é fácil vê-las, o que atrai muitos turistas para passeios com o intuito de encontrá-las em alto mar.

Em geral, os passeios das operadoras habilitadas começam com uma palestra ministrada por um guia habilitado ou um biólogo. Na palestra é explicado o funcionamento do passeio, como são os cetáceos, além de informações sobre segurança de navegação e segurança no barco.

Quando terminadas as explicações, os turistas são levados para o barco onde seguem até os destinos de maior visibilidade dos animais.

Temporada das baleias jubarte no litoral brasileiro bate recorde

Além de conseguirem ver as baleias, os turistas podem visualizar golfinhos, tubarões-baleia, raia manta, entre outros. O risco de não ver nenhum animal ainda existe e pode ser uma possibilidade dentro dos passeios, podendo variar da rota das baleias.

Um passeio pode durar entre 3h e 6h, tendo um preço médio que varia de R$ 350 a R$ 450 reais por pessoa. O serviço pode ser mais caro dependendo do que é oferecido pelo passeio, com a possibilidade de inclusão de almoço.

Regras e onde encontrar os passeios

Algumas regras que precisam ser seguidas pelas operadoras e turistas. São elas:

Sempre manter a rota de navegação das baleias, jamais podendo persegui-las ou obstruir seu caminho;

Drones são permitidos acima de 100 metros;

Ao se aproximar de uma baleia, a velocidade máxima permitida é de 5 nós;

A embarcação deve manter distância mínima de 100 metros, paralela ao animal ou grupo;

A embarcação deve ser mantida com o motor em neutro;

São permitidos até dois barcos simultaneamente;

O tempo máximo permitido com cada baleia é de 30 minutos;

Só é permitido engatar o motor ao ver a baleia a pelo menos a 50m, e o barco deve seguir na direção oposta a do animal;

Sempre posicionar o barco ao lado da praia ou costeira, para a baleia ter área de escape;

Nenhum tipo de objeto pode ser jogado para os animais;

O mergulho com as baleias é proibido.

Temporada aberta: mais de mil baleias-jubarte devem passar pelo litoral de SP até o fim do ano

Rafael Mesquita

Em São Sebastião, cerca de 10 operadoras estão autorizadas a fazer os passeios, mas apenas seis delas têm registro no site oficial da prefeitura.

Em Ilhabela, cinco operadoras estão cadastradas no site da prefeitura.

Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região bragantina

d

Fonte: G1.Globo

Comentários
Acesse sua conta
ou cadastre-se grátis